Os benefícios das adversidades da vida em Cristo

COMPARTILHE esta Pregação:

    1 comentário

Texto Básico: Filipenses 1.12-26
Ideia Central: “As adversidades da vida em Cristo pode contribui para o avanço do evangelho”.
Introdução: As adversidades da vida chegam a todos: aos pobres, ricos, jovem, adultos, idosos e etc. Ou seja, elas são inevitáveis, ela chega a qualquer hora em nossas vidas. Hoje em dia pessoas têm pregado você é mais que vencedor, crente não sofre crente não passa por tempestade na vida, infelizmente pessoas não prega que nós passaremos por tribulações, mas voltando para o texto vemos que não é bem assim vemos a situação em que o apostolo Paulo se encontrava, ou seja, “As adversidades da vida em Cristo pode contribui para o avanço do evangelho”.

Porque passamos por tribulações? 

Como nós se sairíamos em uma tribulação? Por que as nossas adversidades podem contribuir para o evangelho? Porque Deus permitiu que Paulo fosse preso? 

I. Adversidade da vida pode contribui abrindo portas antes difíceis de abrir: v.12-13

1.1 – Vemos destes dois versos, que o apostolo Paulo passa para os irmãos de filipenses que as coisas que aconteceram com ele tem antes contribuído para o progresso do evangelho. Ilustra: A vida do apostolo Paulo. Paulo não ficou desestimulado porque estava preso, pois ele soube encara o fato de que foi Deus que botou ele lá para que o evangelho de Cristo fosse pregado.
1.2 – No verso 13, vemos que toda a guarda pretoriana tinha conhecido as cadeias de Paulo por causa de Cristo, mas quem são a guarda pretoriana? Guarda pretoriana: São um grupo de guardas imperiais, que são distintos do exercito e da policia romana, eles são, homens que fica com os prisioneiros, e que Paulo todo acorrentado mais ainda pregava o evangelho, como em Efésios 6.20 diz; “pelo qual sou embaixador em cadeias, para que, em Cristo, eu seja ousado para falar, como me cumpre fazê-lo”.
1.3 – Para o Apostolo Paulo não tinha barreiras para pregar o evangelho, as portas que são difíceis de abri Paulo abriu com o evangelho. Porque quem é que tem coragem de pregar o evangelho na situação em que o apostolo Paulo estava? Ilustração: De como Paulo estava na prisão.
1.4 – Através da prisão de Paulo ele abriu portas para o evangelho na prisão, tanto que todos da casa de César o imperador de Roma saudou a igreja de Filipenses 4.21, ou seja, quase todos daquela prisão onde Paulo estava preso, tinha se convertido.
Aplicação: Como o apostolo Paulo abriu portas antes difíceis de abri, nós podemos abri também, muitas vezes as nossas adversidades, abrem corações duros de abri, nós nunca devemos deixa que as adversidades da vida nos deixem desestimulado de prega o evangelho, mais nós devemos encarar o fato de que foi Deus que colocou eu e você nessa situação para que o nome de Deus venha ser engrandecido.
Pergunta de transição: Mais como a adversidade pode contribui para o progresso da igreja?

II. Adversidade da vida pode contribui para o despertar da igreja: v.14-18

2.1 – Nesses versos, vemos a igreja de Cristo pregando o evangelho por causa da prisão de Paulo, ou seja, a adversidade na vida de Paulo despertou a igreja para trabalha mais na obra de Cristo. Vamos ler o verso 14.
2.2 – Vemos nessa igreja tinham dois tipos de pessoas que se despertou para o evangelho no verso cf. 15 -17 vamos ver:
a) Por amor: Muitos dos irmãos eram edificados pela a coragem e determinação do apostolo Paulo, em que ele em tantas tribulações, ele nunca parava de viver o evangelho.
b) Por inveja: E tinha aqueles que pregavam por inveja de Paulo, e pregava o evangelho, no verso 17, onde os irmãos queriam deixa Paulo mais triste, e por isso muitos pregavam o evangelho. Hoje em dia têm muito isso pessoas pregam o nome de Cristo por inveja.
2.3 – No verso 18, o apostolo Paulo termina com chave de ouro, se muitos irmãos estão pregando o nome de Cristo quer por inveja ou por verdade eu sempre mim alegrarei sim sempre mim alegrarei. Ou seja, para Paulo o importante era que cristo fosse pregado. Ilustração: O sofrimento da igreja primitiva, para o despertar da igreja.
Aplicação: Olhando para a igreja primitiva, eu sou bastante edificado por ver homens e mulheres morrendo para não nega o nome de Cristo, e hoje o nome de Cristo é pregado por causa desses nossos irmãos que hoje estão com o nosso senhor Jesus Cristo, e nós devemos nos despertar no evangelho viver no evangelho. Adversidade na vida daqueles irmãos contribui bastante para o progresso do evangelho.
Pois não tema nas tempestade, pois ela pode esta contribuindo para que um outro irmão esteja se despertando para o evangelho. Pergunta de transição: Mais como a adversidade da vida pode engrandecer o nome de Deus?

III. Adversidade da vida pode contribui para o engrandecimento de Deus: v.19-26

3.1 – Nos versos 19 e 20, provavelmente havia começado o julgamento de Paulo, e ele estava confiante de sua libertação, mas ele estava consciente de que se ele morresse ou vivesse o nome de Cristo seria engrandecido. Fiz uma observação no verso 19, e vir que quando o apostolo Paulo estava preso os irmãos estavam orando por ele a todo instante. E muitas vezes nós quando vemos um irmão em uma tribulação nós não oramos por ele, nós não o ajudamos! Nós muitas vezes julgamos os nossos irmãos, como aquela famosa frase “O irmão esta em pecado”.
3.2 – Vamos ler o verso 21-23, onde vemos essa declaração de Paulo, onde ele não temia a morte vamos analisar bem cada verso:
 a) Viver é cristo e o morrer é lucro: v.21: Ou seja, o viver só é em Cristo por que sem Cristo nossas vidas não têm sentido, e morrer é saber que estará com Cristo por toda a eternidade.
 b) Viver na carne traz fruto para o nosso trabalho, v.22: Deus Ele só nos levara quando nós terminamos nossa obra aqui na terra, e Paulo sabia que a obra de Cristo ainda seria pregada por ele.
 c) O desejo de Paulo era esta com Cristo, v.23: Nós como Cristões não devemos teme a morte, por que já imaginou como é o céu, e viver eternamente lá. Paulo fala que viver com Cristo é incomparavelmente melhor.
3.3 – No verso 25-26 parecem que Paulo já sabia que seria liberto da prisão, e ia com os irmãos de filipenses, e iria engrandecer o nome de Deus, adoração e louvor.
Ilustração: Os irmãos que são mortos por causa de Cristo.
Aplicação: Nós devemos esta ciente que as nossas adversidades pode contribui para o engrandecimento de Deus, como vimos que o apostolo Paulo que ele fala quer pela morte ou pela vida Cristo seria engrandecido, quantas vezes, o nome de Deus é engrandecido por pessoas que, sofreram na vida em que quando olhamos para ela vemos como essa pessoa tem esse fervor todo para engrandecer o nome de Deus? Então meus irmãos as nossas adversidade não são obstáculos para deixa de engrandecer o nome de Deus.

-Conclusão: 

Nós devemos saber lidar com as adversidades de nossas vidas, a nossa adversidade pode contribui abrindo portas antes difíceis de abrirem, pode contribui para o despertar da igreja no evangelho e para o engrandecimento do nome de Deus, ou seja, “A adversidade da vida em Cristo pode contribui para o avanço do evangelho”, então meus irmãos como Jesus falou que no mundo passareis aflições.
Apelo: Queira lhe fazer umas perguntas: Se Deus nos amam porque sofremos? Se Deus nos amam porque Ele não nos poupar das tempestades? E a única resposta que eu encontro para essas perguntas é: As maiores lições da vida nós não aprendemos em dias em que as tempestades estão calmas, mas as grandes lições da vida nós aprendemos nas adversidades, porque vemos o apostolo Paulo em meio a tantas tempestades ele não se abalou, porque ele sabia que tinha um Deus poderoso trabalhando em sua vida para que o evangelho de Cristo fosse pregado.

Então porque Deus permiti as tempestade? É para que nós possamos refletir na pessoas de Jesus Cristo na Grandeza de nosso Senhor. Amém.

gilliardequeiroz@gmail.com

Um comentário:
Escreva Comente!

IDENTIFIQUE-SE para que seu comentário seja aceito.

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.

Siga-nos

Vídeos por email

© 2016 Espaço do Pregador. Designed by Bloggertheme9
Powered by Blogger.