DEBAIXO DO SOL

COMPARTILHE esta Pregação:

    Sem comentários

"E olhei eu para todas as obras que fizeram as minhas mãos, como também para o trabalho que eu, trabalhando, tinha feito, e eis que tudo era vaidade e aflição de espírito, e que proveito nenhum havia debaixo do sol" (Eclesiastes 2.11).
-Comentário: Há um comparativo do que se parece eterno com o que é passageiro, sim, o homem é o vermezinho de Israel (Jó 25.6), enquanto que o sol com toda a sua glória parece eterno aos olhos do homem efêmero. Assim é debaixo da gloria de Deus (criações de luminares obras das “mãos” do Senhor).

O que você está fazendo?

A pergunta pertinente é; há possibilidade de um cristão “trabalhar” debaixo do “sol”?

É preciso rever o foco direcional que ele busca no mundo, em vez na Palavra do Senhor, (Sl. 119.130). Ora, debaixo do sol, não há fuso horário que venha favorecer o descanso do corpo, não há tempo para beber “água” (A Palavra de Deus), ora, quem escreveu, esse livro, Eclesiastes, sentiu na alma, por mais de 40 anos, o delírio da solidão, mesmo tendo tudo o que podia pegar debaixo do sol, graças a sua ambição, acabou secando-se debaixo do sol (Pv. 27.20). Meus amados irmãos, a doutrina da prosperidade tá invadindo o coração de muitos, não se houve pregação como antes a respeito de ir para o céu, é mais fácil confiarem nos carros e dinheiro (veja o líder da IURD) criticando o milagre de Jesus, a transformação da água em vinho, em vez de lhes oferecerem prosperidade, muitos bens materiais, visite, e tire suas duvidas neste site: http://www.youtube.com/watch?v=ciQfoNItFOQ (Titulo: INACREDITAVÉL! EDIR MACEDO CRITICA O PRIMEIRO MILAGRE DE JESUS) é preciso que os queridos irmãos, deem mais atenção aos loucos que andam a luz do dia, querendo que o próprio Jesus desse dízimo para eles, em vez deles pagarem ao sacerdote e Senhor, imagine se eles não tivessem estampados em suas “sinagogas” “Jesus Cristo é o Senhor” como não seria as criticas a respeito da gloria de Deus? Mas deixe-me interpretar essa passagem (João 2.1-25) a esses mercenários da prosperidade; primeiro: o mestre estava em um casamento, e Ele e seus seguidores foram convidados, ora, onde se faz presente não falta o necessário, embora seja humilde a benção, mas é motivo de surpresa e alegria (Jo. 2.10) para os verdadeiros necessitados, já o líder IURD, critica o milagre, achando que não houve significando para quem segundo ele, vivem na miséria, os presentes da solenidade em Caná da Galileia. Meus amados, ali não tinha ninguém que necessitasse de nada, nem de milagres dos pães e dos peixinhos, não havia cegos ou coxos para tanta blasfêmia do mensageiro da falsa prosperidade, pois ele não aprendeu nem com Salomão (veja o que fez para a sua gloria em São Paulo, isso foi digno de um Faraó e seus cavaleiros), agora não podemos duvidar, embora os colegas não ensinem sobre o assunto, mas Salomão foi para o inferno, leia: "Das nações de que o SENHOR tinha falado aos filhos de Israel: Não chegareis a elas, e elas não chegarão a vós; de outra maneira perverterão o vosso coração para seguirdes os seus deuses. A estas se uniu Salomão com amor" (I Reis 11.2) (caso haja ainda duvida sobre esse assunto leia todo o capitulo de I Reis 11 e veja a história deste garoto que teve a verdadeira prosperidade, mas a trocou-a pela a vaidade mundana dos desejos de agradar o deus deste século).
Embora os ministros guardem isso em segredo para não manchar os escritos de Salomão, e se esquecem de quem o levou a escrever, foi o Espirito de Deus para o nosso conhecimento, a igreja do Senhor. O maior significado, queridos irmãos, não foi para vangloria do homem, pois tudo que Deus faz não se deve contestar ou criticar, ora, "Porque o vil fala obscenidade, e o seu coração pratica a iniquidade, para usar hipocrisia, e para proferir mentiras contra o SENHOR, para deixar vazia a alma do faminto, e fazer com que o sedento venha a ter falta de bebida." (Isaías 32.6). Mostrarei-te na própria Palavra neste momento o significado que tu, não viste na carne, mas as coisas de Deus se revelam pelo Espirito aqueles que Ele o quer revelar; A ÁGUA EM VINHO FOI PARA NOS REVELAR à manifestação da sua glória e a credibilidade dos seus seguidores. (leia João 2.11), assim fortalecendo o inicio do ministério terreno do Senhor em prol das almas realmente carentes de salvação, em vez de prosperidade terrena. Meu amado Jesus veio para "pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do SENHOR" (Lucas 4.19), coisas que “os jovens ricos” deste mundo não conseguem discernir, por causa das riquezas que embriagaram as suas almas. (veja: Mt 19.16-30 Lc 18.18-30, Mt 19.16-22 e Lc 18.18-23). 
Amém!

Pr. Álvaro Olímpio

IEL - Igreja Evangélica Ludovicense
 em São Luís do Maranhão
olvaro@rocketmail.com

Nenhum comentário:
Escreva Comente!

IDENTIFIQUE-SE para que seu comentário seja aceito.

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.

Siga-nos

Pregações por email

© 2016 Espaço do Pregador. Designed by Bloggertheme9
Powered by Blogger.