DEVEMOS FICAR PEDINDO A DEUS?

COMPARTILHE esta Pregação:

    Sem comentários

Creio que todo ser humano tem o hábito de pedir algo a Deus, mesmo que inconscientemente ou até mesmo sem saber a eficácia de clamar ao Criador. Quem nunca proferiu ou ouviu alguém balbuciar “Ah! Meu Deus! Ajude-me!” ou frases desse tipo? Como vimos no artigo publicado na edição anterior, Deus está nos ouvindo o tempo todo. A Bíblia relata que para Deus luz e treva não têm nenhuma diferença, pois diz que Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa” (Salmo 139.12). 

Deus tem todo o conhecimento, ninguém foge da presença do Todo Poderoso, pois Deus Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos” (Salmo 139.3). Exatamente por isso, por saber que Deus nos ouve, nos atende, está em todos os lugares conosco, devemos saber pedir a Ele, pois, quanto ao tema deste artigo, se devemos ou podemos ficar pedindo algo a Deus? A resposta é muito simples. Sim. Claro que sim. Se nós acreditamos que Deus nos ouve em qualquer lugar e em qualquer situação, vamos às sagradas escrituras para saber como pedir. 
Confesso que já ouvi algumas pessoas dizendo que não devemos ficar pedindo a Deus, que não devemos ficar incomodando o todo poderoso. Porém, o próprio Deus nos autoriza a pedir-lhe, em um dos versículos chave, onde o Pai diz Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes.” (Jeremias 33.3). O próprio Deus está dizendo que se clamarmos a Ele, Ele nos responderá e nos anunciará coisas GRANDES e FIRMES que não sabemos. A Bíblia nos diz que Deus tem para a humanidade coisas nós nem pensamos, coisas que nós nem imaginamos. “Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam.” (1 Coríntios 2.9). Preste bem atenção, ‘coisas que não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam’, isso nos leva a crer que Deus tem para nós, mais do que pedimos, mais do que desejamos e mais do que possamos acreditar. Porém, a Palavra é clara quando diz ‘para os que o amam’, e quem ama a Deus guarda os seus mandamentos, conforme descrito na Bíblia: “Se me amais, guardai os meus mandamentos” (João 14.15) e Deus nos promete “A bênção, quando cumprirdes os mandamentos do SENHOR vosso Deus, que hoje vos mando” (Deuteronômio 11.27). 
No entanto, se não guardamos os mandamentos de Deus, contidos na Sua Palavra, fica claro que não o amamos e Ele não nos derramará suas bênçãos. Diante desses versículos, devemos sempre refletir sobre nossa vida com Deus. Estamos agindo de maneira que venha a agradar o nosso Criador? Será que Deus está aprovando a nossa conduta de maneira geral? Davi foi um homem que errou muito em sua vida, porém, a Bíblia o relata como homem segundo o coração de Deus, porque Davi arrependera de coração de seus pecados, e buscara o perdão de Deus. “E pesou o coração de Davi, depois de haver numerado o povo; e disse Davi ao SENHOR: Muito pequei no que fiz; porém agora ó SENHOR, peço-te que perdoes a iniquidade do teu servo; porque tenho procedido mui loucamente” (2 Samuel 24:10). Sabemos que todos nós pecamos. Ninguém está livre do pecado, mas todos temos o perdão de Deus. A Bíblia relata que Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” (1 João 1:9). Todavia, ao perdoar Maria Madalena, Jesus perguntou a ela onde estavam os que a acusavam e se ninguém a havia condenado, E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais” (João 8:11).  Deus jamais fará acepção de pessoas, nunca Ele dará mais a um por mais gostar ou por injustiça ou por qualquer outra medida, Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas” (Romanos 2:11). 
No Novo Testamento nos deparamos com autorização expressa do próprio Jesus para pedir a Deus, dizendo E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.” (João 14:13). Jesus Cristo chamou pra si TODA a responsabilidade, nos autorizando a pedir ao Pai em Seu nome. Temos que estar cientes e crer que apenas Jesus Cristo nos leva a Deus, por isso o próprio Filho nos autorizou a pedir a Deus em Seu nome. “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.” (1 Timóteo 2:5). Deus ouve nossas súplicas e nos dá toda a certeza de que sempre nos atenderá, quando diz “E qual o pai de entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente?” (Lucas 11.11), e ainda justifica Seu amor dizendo Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?” (Lucas 11.13). Deus enfatiza de maneira claríssima, que nos atenderá e nos dará o melhor, porém, temos que respeitar o tempo de Deus, devemos entender que Deus sabe todas as coisas, por isso, descrevo novamente um versículo a respeito do tempo de Deus, o qual já mencionei nos artigos anteriores, que Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.” (Eclesiastes 3:1). Assim como tudo tem o tempo de Deus, também nossos pedidos a Ele deve respeitar a Sua vontade. “E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve” (1 João 5.14). 
Respeitando o tempo e a vontade de Deus, conseguiremos ter atitudes segundo o coração de Deus. Desta maneira, derramarão sobre nossas vidas, sem dúvida, as bênçãos de Deus. Devemos nos aproximar de Deus. Devemos ler a Sua Palavra. Devemos entender o que Deus quer de cada um de nós, porque o próprio Deus deseja que cresçamos e O conheçamos, “E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento” (Filipenses 1:9). Porque se não temos conhecimento da Palavra de Deus, corremos o grande risco de ficar pedindo incessantemente sem nenhuma resposta, por que Deus nos orienta que Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites” (Tiago 4.3). Portanto, devemos atentar para o que Deus quer em nossas vidas, pois Jesus Cristo disse “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam” (João 5.39) e “Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus” (Mateus 22.29).



Nenhum comentário:
Escreva Comente!

IDENTIFIQUE-SE para que seu comentário seja aceito.

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.

Siga-nos

Vídeos por email

© 2016 Espaço do Pregador. Designed by Bloggertheme9
Powered by Blogger.