Os Cristãos dos últimos dias

COMPARTILHE esta Pregação:

    Sem comentários

Cristiano Batista de Melo Beraldo

Os Cristãos dos últimos dias são totalmente diferentes dos cristãos do passado, trazendo assim uma enxurrada de doutrinas, adversas, de palavras de vários deuses, deixando a palavra pura e genuína de Jesus Cristo distante da realidade, tudo isso para trazer o prazer próprio da humanidade. E o que vemos hoje é que o evangelho de Cristo e que tem que se moldar de acordo com o interesse do homem e não o homem se moldar de acordo com a vontade de Cristo.

Vemos que santo é o desejo do homem e não a Palavra de Deus, João Calvino escreveu:
"Os genuínos servos de Deus nem sempre se distinguem devidamente dos falsos obreiros, porque os pontos bons e maus são encobertos pelo manto da noite; todavia, essa noite não durará para sempre. Porque a ambição é cega, a generosidade humana é cega, o aplauso do mundo é cego, porém Deus um dia dissipará essas trevas, a seu próprio tempo".
Bem, vemos que não e fácil, para o homem, identificar quem é de Deus ou não, principalmente se o servo do Senhor esta com seus olhos encantados com o que esta acontecendo na sua frente, naquele momento, e esses movimentos trazem isso no meio da congregação, e o que vemos e o engano, de satanás no meio da igreja, e assim levantam mais e mais falsos obreiros tentando enganar o povo de Deus, com um evangelho hibrido cheio de impurezas, onde nada e pecado, pois Deus quer do homem apenas o coração, o restante e do homem e ele faz o que quiser com seu corpo. Mas em I Pedro 2.11, diz: Amados, peço-vos, como a peregrinos e estrangeiros, que vos abstenhais dos desejos carnais, os quais combatem contra a alma. Mas não é o que estamos vendo dentro das igrejas, onde que a carnalidade do mundo esta cada vez mais penetrando dentro das congregações, principalmente o desrespeito com a palavra de Deus, onde que vemos cada vez mais dentro das congregações que eram seguidoras fieis do evangelho puro e genuíno de Cristo se definhar com as maravilhas que o mundo esta oferecendo aos cristãos. O que era pecado no século passado, hoje se tornou parte da igreja, por exemplo, em I Pedro 3.3-4, que diz: “A beleza das esposas não seja o enfeite exterior, como o frisado de cabelos, o uso de joias de ouro ou o luxo dos vestidos, mas a beleza interior, no incorruptível traje de um espírito manso e tranquilo, que é precioso diante de Deus”. Porém hoje as congregações inverteram esse versículo, quanto mais joias tiver a esposa mais poder ela exerce dentro das congregações, mais rico e seu esposo, e com isso gerando invejas e intrigas dentro das congregações, gerando assim a vaidade humana, a qual corroendo a razão humana, trazendo para dentro dos templos que outrora na palavra de Deus fora chamada casa de oração, Mateus 21.13, mas o homem esta transformando a casa do senhor em casa de comércios, vendas de milagres, desfiles de modas, vaidades humanas, luxuria humana, desejos de poder e cobiças, sensualismo mundano. Em Gálatas 5.16-21, fala do poder da carne, mostra quando o cristão se afasta dos ensinamentos genuínos do evangelho de Cristo, gerando dentro das igreja os desejo mundanos, e narrado nos versículos 19, 20 e 21: “As obras da carne são conhecidas, as quais são prostituição, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, pelejas, dissensões, facções, invejas, bebedices, orgias e coisa semelhantes a essas, acerca da quais vos declaro, como já antes vos preveni, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus”. Muito do que vemos hoje são congregações cheias de idolatrias e oferecendo culto a demônios, são homens e mulheres dizendo que não resistiram as tentações e pecaram, mas em I Coríntios 10.13, diz: “Não veio sobre vós tentação, senão humana. E fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar”. Mas não é isso que vemos dentro das congregações, parece que o homem sente a necessidade de pecar, de desafiar seus desejos da carne, e assim oferecendo culto a demônios, quantos tem se entregado aos desejos carnais, a vaidade, quantas congregações tem deixado adentrar para dentro dos templos, aos cultos demoníacos, a idolatria a ídolos pagãos, como por exemplo, a quadrilha que é uma festa oferecida pelos Romanos a deusa Juno, que era a deusa da fertilidade, e que atualmente e fornecido santos: santo Antônio, São Pedro e São João, mas a palavra de Deus em I Coríntios 10:14, diz: “Portanto, meus amados, fugi da idolatria”, e não deixai a idolatria entrar dentro da igreja, que é o que vemos acontecer dentro das congregações, o culto mundano, cheio de sacrifícios a ídolos, como a luxuria, a vaidade, onde que um quer ser mais que outro, quer aparecer mais que o outro, desfilar a moda do mundo dentro da igreja, culto a demônios, da vaidade, do desejo carnal, cheios de si mesmos. No mesmo capítulo de I Coríntios, no versículo 20, diz: “Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam é aos demônios que sacrificam, não da Deus e não quero que sejais participantes com os demônios”, mas o homem não tem seguido essa orientação que esta na bíblia sagrada, que outrora fora deixado para a igreja de Corintos e por consequência a igreja de Jesus Cristo na Terra, o homem tem estado cego e deixado a idolatria entrar dentro do seu coração, onde que nada e pecado, coisas que eram combatidas pela doutrina de Cristo no passado hoje se tornou santo. Mas desde quando doutrinas de demônios e santa, desde quando oferecer culto a outros deuses e santo. Como está em I Timóteo 4.1-5, que diz:
“O Espírito, porém, expressamente diz que nos últimos tempos alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrina de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm cauterizada a própria consciência, que proíbem o casamento e ordenam a abstinência de alimentos que Deus criou para os fiéis e para os que conhecem a verdade, afim de usarem deles com ações de graças; porque tudo o que Deus criou é bom, e não há nada que rejeitar, sendo recebido com ações de graças, porque é santificada pela palavra de Deus e pela Oração”.

No mesmo livro o Apostolo Paulo nos adverte que devemos ser fieis e diligentes no ministério: I Timóteo 4.6-16, mas infelizmente o que vemos hoje são homens usando a palavra para benefícios próprios, são sanguessugas do evangelho de Cristo, que buscam na palavra uma forma de beneficio próprio, gerando assim uma enxurrada de igreja que se diz protestante. Mas se o evangelho e somente um, não há outro, porque o homem tem usado a palavra de Deus para abrir tantas igrejas?
Por causa do espírito mundano muitas dissensões estão ocorrendo dentro das igrejas, I Coríntios 3.1-9; onde que muitos não tem se sido alimentado de forma correta, pois o Apostolo Paulo diz que um novo convertido deve ser alimentado de forma de uma criança, primeiro e alimentado com leite, para depois, quando estiverem prontos, com alimentos sólidos. Mas muitos criam dissensões dentro das igrejas, pois não se converteram e ainda são canais, são mundanos, havendo ainda muita inveja e contendas, agindo como o mundo, querendo fazer como o mundo faz. O que mais ocorre hoje são homens e mulheres que se dizem ser de Deus e enjoam dos seus matrimônios e querem se divorciar e como a palavra genuína de Deus não autoriza o homem a unir-se carnalmente com outra mulher estando ainda sua esposa viva, ou vice versa, gera então várias igrejas buscando passar por cima dos ensinamentos de Cristo.

Cristiano Batista de Melo Beraldo


cberaldo33@gmail.com

Nenhum comentário:
Escreva Comente!

IDENTIFIQUE-SE para que seu comentário seja aceito.

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.

Siga-nos

Vídeos por email

© 2016 Espaço do Pregador. Designed by Bloggertheme9
Powered by Blogger.