Vida Eterna só em Jesus

COMPARTILHE esta Pregação:

    1 comentário

Versículo chave: “Ora o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”. (João 8.35,36)

Comentário: Ficou saudoso, se lembrar dos cultos de ruas, não se ouve mais a voz dos pregadores levando o evangelho para os que não querem. Agora a concentração dos irmãos ficou por conta das grades festas nos templos. Isso assina o atestado de óbito das almas enfermas no mundo. Mas Jesus se preocupava muitíssimo com essas almas ao afirmar que, “o servo (escravo) não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre”

O que o Salvador quis dizer com isso? 

Você não sabe? Então vou dizer a você, Ele falou que o escravo não permanece na casa do seu senhor, assim como os pecadores serão lançados para fora da casa de Deus, deste modo o escravo do pecado estava fora (morto) da presença de Deus, mas Ele, o Filho, permanece (vivo) nEle, para sempre. 

Aleluia! Entretanto lamentavelmente as bocas se calaram nas ruas, nos colégios, nas praças, nas esquinas; ora, trocaram o trabalho do Evangelismo, pelas festas. E você meu amado irmão sabe disso. Contudo não há quem diga: “...pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.”, não se esqueça que foi liberto por Jesus, e que tem compromisso com sua obra.
Veja o que o mestre estava falando nessas linhas acima: diz que a libertação que Jesus trouxera aos homens, veio com regeneração, o novo nascimento, é a obra do Espírito Santo atuando nos homens com boa vontade (Lc. 2.14), efeito esse executado com base na morte e ressurreição de Cristo em nosso nome. Mas a liberdade de Jesus não se fundamentava (ainda hoje é assim, pois nada mudou) em liberdade política, nem simplesmente uma liberdade pela qual estamos suavizados da escravidão física. A verdadeira liberdade é servir a Deus, para desempenhar os desígnios daqueles que sobretudo criado à imagem de Deus.
A liberdade de Jesus priva-nos de satisfação na carne porque este é o pecado escravo do mundo e negrume nossas mentes, degrada os nossos sentimentos, nossas vontades, e escraviza a alma. Sendo que o único remédio é a Graça de Deus, no renascimento espiritual, como nos diz a Palavra: “Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão” (Gal. 5.1).
Espero que com este comentário, o irmão venha a se torna avivado para as cousas do Senhor, e que faça um convite ao pastor da sua igreja com sabedoria, a ir a pregar nas ruas, nas praças, nas feiras ou aonde tiver oportunidade oferecida pelo Espírito Santo. Amém!

“E DEPOIS disto designou o Senhor ainda outros setenta, e mandou-os adiante da sua face, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir. E dizia-lhes: Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara” (Lucas 10.1,2).

Pr. Álvaro Olímpio

IEL - Igreja Evangélica Ludovicense
 em São Luís do Maranhão
olvaro@rocketmail.com

Um comentário:
Escreva Comente!
  1. Tô amando as pregações de cada pastor. Deus atenções cada dia mais sua vida pastor Álvaro.

    ResponderExcluir

IDENTIFIQUE-SE para que seu comentário seja aceito.

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.

Siga-nos

Vídeos por email

© 2016 Espaço do Pregador. Designed by Bloggertheme9
Powered by Blogger.