Tipos de Sermão

COMPARTILHE esta Pregação:

    Sem comentários

São pelo menos três, os tipos mais comuns de sermões:
O sermão expositivo
O sermão textual
O sermão tópico
Vamos explicar um pouco de cada um deles:
1- O Sermão EXPOSITIVO
Consiste na exposição mais completa possível de um texto seguido da aplicação de persuasão argumentação e exortação. Uma das principais características desse tipo de sermão é que ele visa extrair e expor os principais pontos do capítulo, parágrafo (perícope) ou ainda do livro da Bíblia do qual se está tratando.
Para pregar expositivamente, deve-se procurar conhecer profundamente o texto abordado, seu contexto dentro do livro, etc. O sermão expositivo não dispensa a introdução e conclusão coerentes.
2- O Sermão TEXTUAL
No sermão textual, emprega-se geralmente uma passagem bíblica curta. O texto é analisado e resolvido em suas partes e a estrutura do sermão pode basear-se em divisões naturais (as que o próprio texto sugere, oferece).
O sermão textual pode ainda ser construído sobre as implicações do texto como um todo. O sermão textual é na sua essência bem semelhante ao sermão expositivo, contudo é mais centrado no texto.
3- O Sermão TÓPICO
Quanto ao sermão tópico, pode-se dizer que não mantém necessariamente uma relação analítica com uma passagem específica das Escrituras. Trabalha sobre um determinado tema, buscando argumentos em vários textos da Bíblia. Seria como um ‘estudo bíblico’ (guardadas as devidas proporções).  Também pode ser chamado de Sermão Temático.
-CONCLUSÃO: Nem sempre estes “tipos de sermão” são facilmente identificados na pregação. Em alguns momentos pode parecer que eles se misturam num mesmo sermão.
O pastor Ricardo Gondin faz uma “defesa” do sermão expositivo cuja tese básica concordamos:
- O sermão expositivo não quer dizer necessariamente que tem de se expor todo o texto, verso por verso, mas expor o conteúdo dele, trazer à luz a Palavra de Deus.
- Pregar expositivamente nos liberta, porque nos faz pregar somente aquilo que Deus quer de falar. Pregar expositivamente esvazia tensões.
- Pregar expositivamente exige maior preparo ao pregador, demandando mais cuidado e estudo das Escrituras.
- Martin Lloyd Jones pregou 12 anos em Romanos todos os domingos e não conseguiu terminar... A bíblia é fonte inesgotável. Como a mulher samaritana disse à Jesus: o poço é fundo...!
Pregar expositivamente é uma coisa que pode demandar um bom tempo de treinamento e preparo. Ê uma “arte” que vai se aprendendo com o passar do tempo.



Livro: HOMILÉTICA: Como pregar?
A primeira parte do ide ordenado por Jesus é pregar o evangelho (Mateus 28.20). Mas então surge a pergunta: “como pregarão se não forem enviados?” (Romanos 10.15). A capacitação de pregadores é urgente para a grande demanda de pessoas carentes de ouvir o evangelho. Jesus mesmo disse que não faltam almas e sim pregadores, por isso precisamos de mais trabalhadores para a seara que é grande (Mateus 9.38).
70 páginas. Formato A5 148x210
Adquira impresso ou eBook: Compre aqui o livro 'Interpretação Bíblica'

Nenhum comentário:
Escreva Comente!

IDENTIFIQUE-SE para que seu comentário seja aceito.

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.

Siga-nos

Vídeos por email

© 2016 Espaço do Pregador. Designed by Bloggertheme9
Powered by Blogger.