O Apelo

Após a entrega da mensagem, Deus merece uma resposta de seu povo. Através do Apelo, os ouvintes têm oportunidade de dar um retorno ao Senhor, confirmando o recebimento da Palavra.
Algumas orientações sobre o Apelo:

a) Preparar-se para o Apelo:

O pregador deve se preparar para realizar o apelo todas as vezes que pregar.
Ao terminar a mensagem, o pregador deve ser mais insistente na proposta do sermão. Usar um tom mais persuasivo, porém ameno, ou brando. Deve fazer com que a pessoa sinta que está falando com ela pessoalmente.

b) Etapas de um Apelo:

Já na conclusão, o pregador se encaminha para um apelo de forma crescente para uma aplicação da mensagem.
Algumas etapas para chegar a um Apelo bem sucedido:
-Oração silenciosa: incentive o povo a uma reflexão pessoal sobre a mensagem. Enquanto isso se pode ir aplicando os pontos da mensagem. Através desta oração as pessoas se tornam mais sensíveis, examinando-se diante da presença de Deus.
-Oração do pregador: o mensageiro deve invocar em voz alta o poder e ação do Espírito Santo para convencer as pessoas (João 16.8-11). O momento da oração é quando Deus age. Nesta oração também pode citar elementos da mensagem.

c) O Convite para o Apelo

Tendo preparado o povo em oração, chegou a hora de fazer o convite para o apelo.
Neste momento, o pregador desafia os ouvintes com a Palavra. Retoma rapidamente o assunto ou tópicos da mensagem perguntando quem se enquadra no assunto ou aceita esta mensagem.
O convite deve ser feito mais de uma vez. Você pode insistir, porém, sem ‘apelação’, sem forçar ou constranger as pessoas.
As pessoas devem ser motivadas a responder à mensagem de forma positiva.

d) No Altar do Apelo

Quando as pessoas estiverem no altar em resposta ao apelo, o pregador deve fazer oração intercessora pelos presentes. Deve orientar a todos como proceder neste momento. Também é muito importante o pregador ter uma equipe de apoio neste momento. Pessoas que possam ajudar tanto em oração como em ação, caso seja necessário atender alguém especificamente.

e) O resultado do Apelo

O sucesso nem sempre é visível. Não podemos nos impressionar com números de pessoas. Talvez ninguém venha ao altar no apelo e mesmo assim, Deus pode ter te usado para uma obra maravilhosa.
O mais importante é o testemunho das pessoas quanto ao que Deus operou em suas vidas. Não adianta uma multidão vir ao altar e nada acontecer em suas vidas.
O apelo não deve ser emocional e sim consciente (Romanos 12.2), pois a emoção passa e o que deve prevalecer é a decisão pela vontade de Deus.

Quem faz a obra é o Espírito Santo. Nosso dever como pregadores é apenas anunciar a mensagem.
Rev. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista. 44 anos. Casado com Ássima, pai de Heitor e Hadassa. Natural de Muriaé MG. Bacharel em Teologia pela UMESP.

Postar um comentário (0)
Postagem AnteriorPróxima Postagem