ISRAEL, ISRAEL, DEUS TE AMA!

COMPARTILHE esta Pregação:

    Sem comentários

Em respeito a uma amiga do Face, e outros também, volto a teclar este simples comentário sobre Israel, a Nação. A irmã lançou a questão; “O que o pastor acha da situação em que se encontra o país Israel? O Senhor poderia fazer um estudo sobre isso?” Posso sim, comentar sobre o assunto, mas dentro do contexto bíblico, porque é na Palavra do Senhor é que se encontram as respostas para a pertinência deste conflito, tão secular!
Primeiramente veremos uma tipologia de Israel, antes de ser uma nação, e isso se aplica na vida de Jacó “ O usurpador” que mediante uma lutar remida com o Anjo do Senhor, conseguiu a benção, e passou a se chamar Israel, o qual veio o nome da nação que conhecemos. Aprendemos que a nossa lutar contra Deus, nos traz derrota; marcas em nosso corpo, assim viveu Jacó, arrastando a perna ao caminhar, ou seja, coxo por toda a vida. Sem Deus o homem não pode caminha livremente no meio de outros, logo é injustiçado e vulneravelmente abatido, devido o defeito físico (da alma), O povo hebreu, quando atravessou o deserto até a terra prometida, teve grandes surpresas do coração, desejos da alma, que lhe resultou de incompatibilidade com as leis de Deus; saudades de uma terra que não era sua, a qual vivia como se fosse. Por acaso não é assim hoje com alguns que “deixaram” o mundo?

Acredito que embora Deus tenha falado de muitas formas em nossa geração aos homens, mas o seu silencio veio a Israel: "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra" (II Crônicas 7.14), o que o povo de Deus passa hoje no meio de outras nações, não é injustiças, mas correção pela sua desobediência a respeito dos mandamentos de Deus. Veja a carnificina da segunda guerra mundial, causada por Adolf Hitler, o grande ditador! O seu verdadeiro objetivo foi exterminar o povo escolhido de Deus, e não o povo que escolheu a Deus, pois jamais esse povo, qual a figueira que ardia entre as rochas, tão frágil e desprotegida o fogo da guerra a consumirá, isso sim, é uma tipologia do grande amor de Deus na pessoa de Jesus que mesmo morto, mas ao terceiro dia reviveu dentre os mortos, assim será nós, a igreja do Senhor. Este povo sofre por não conhecer o Senhor Jesus como salvador. É triste em saber que rasgam o novo testamento e se ocupam com o antigo, nas leituras devocionais; vivem aparentemente na lei, mas desprezam a graça (favor imerecido), ora, se o filho da liberta despreza a liberdade (no Egito do pecado), é lógico que o da escrava a desejara em sua própria terra! (o mundo de horror), vemos que o povo de Israel passa, não é injustiça, mas justiça para se corrigir, e reconhecer que só o Senhor é Deus! Amém!
"Tenho visto atentamente a aflição do meu povo que está no Egito, e ouvi os seus gemidos, e desci a livrá-los. Agora, pois, vem, e enviar-te-ei ao Egito" (Atos 7.34), assim Deus fez com Jesus, a Israel no novo testamento, e qual foi a resposta? "Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu" (Romanos 1.21). Oremos por Israel. 
Amém...

Pr. Álvaro Olímpio

IEL - Igreja Evangélica Ludovicense
 em São Luís do Maranhão
olvaro@rocketmail.com

Nenhum comentário:
Escreva Comente!

IDENTIFIQUE-SE para que seu comentário seja aceito.

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.

Siga-nos

Vídeos por email

© 2016 Espaço do Pregador. Designed by Bloggertheme9
Powered by Blogger.